Precisando vender à distância? Veja 3 dicas para adaptar seu time Comercial

postado em: Marketing Digital | 0

Equipe-de-Vendas Precisando vender à distância? Veja 3 dicas para adaptar seu time Comercial

O momento é de muitas mudanças na realidade dos times comerciais, então confira as dicas e um presente para quem vai começar a vender à distância

O seu planejamento comercial também foi afetado pelos últimos acontecimentos? Com a definição de quarentena no País, muitas empresas foram surpreendidas e precisaram aderir ao modelo de trabalho home office.

Para nós, aqui na RD, o trabalho em casa já faz parte da rotina de boa parte dos funcionários. Compartilhamos até um pouco da nossa experiência com a ferramenta #matrix para trabalho remoto e alguns conteúdos para ajudar neste momento de transição:

Quando o assunto é vendas, a situação é de incerteza e insegurança. Se o seu negócio depende de vendas presenciais, então, mais ainda. A migração para o modelo de vender por telefone pode ser um desafio a mais para vencer neste momento, mas nós podemos te ajudar!

Preparamos este post com algumas dicas para:

  • Guiá-lo na adaptação com as vendas à distância;
  • Garantir que o seu time Comercial consiga finalizar as negociações que já estão em curso;
  • E, quem sabe, conquistar novos clientes.

Confira!

vender-a-distância-720x4801-1 Precisando vender à distância? Veja 3 dicas para adaptar seu time Comercial

 

3 dicas para vender à distância

1. Redesenhe seu processo comercial

Se o seu time trabalha com field sales, ou seja, vendas com visitas presenciais, é muito importante adaptar o processo comercial à nova realidade. Isso inclui rever todas as etapas, desde o primeiro contato.

Determine como cada etapa do processo deve funcionar por telefone:

  • Quantas tentativas de contato serão feitas na prospecção?
  • Quanto tempo, em média, devem durar as etapas de avaliação da solução?
  • Qual o prazo de follow up entre ligações?
  • Quais métricas serão utilizadas para mensurar a performance (duração das ligações, quantidade de contatos por dia, etc.);
  • Quais ferramentas farão parte do processo e como utilizá-las.

2. Adapte o seu discurso de vendas

O pitch de vendas precisa ser adaptado para vender à distância. Quando estamos frente a frente com um potencial cliente, é muito mais fácil envolvê-lo na conversa, captar sua atenção e dar ênfase nos pontos importantes do nosso discurso.

Retirando a proximidade física, o desafio maior é não deixar que o ouvinte se distraia ou sinta que está perdendo tempo com a ligação. É necessário gerar valor e encantamento para que a negociação prossiga, mas sem se perder no pitch.

Treine seus vendedores para desenvolverem a escuta ativa: usem o pitch padrão, façam suas considerações, mas saibam extrair as informações necessárias – e, acima de tudo, ouçam as observações e queixas de quem está do outro lado da linha!

Tudo isso é essencial para formular os próximos passos do processo comercial, estruturar um escopo de atendimento e até para definir a proposta que será enviada. Preste atenção a tudo o que for dito pelo cliente, tome nota e faça registros no CRM.

3. Use a tecnologia a seu favor

Cada vez mais falamos sobre a proximidade virtual e maneiras de criar conexões com pessoas através das plataformas online, e para o contexto de vendas não é diferente. Ao vender à distância, é ainda mais importante gerar relacionamento e proximidade, ainda que via telefone.

O uso da tecnologia possibilita uma série de ações para facilitar sua vida neste quesito:

  • Fazer ligações de voz e videoconferências;
  • Enviar emails automatizados com alto nível de personalização;
  • Fazer anotações no CRM durante todos os contatos;
  • Acessar o histórico completo das oportunidades, com todas as interações registradas desde as etapas de Marketing e prospecção.

Com isso, as tarefas ganham tempo e agilidade, características essenciais em uma operação comercial com vendas à distância. Por isso, abandone planilhas, registros em papel e outros sistemas que não entreguem unidade e padronização ao seu processo!

A migração para um novo modelo de vendas é menos burocrática quando os vendedores têm as ferramentas certas para trabalhar. Isso evita o sentimento de perda de tempo, além da percepção negativa sobre os novos processos.

Todas as tecnologias escolhidas devem trabalhar bem em conjunto e servir para agilizar a vida do vendedor. Qualquer coisa diferente disso precisa ser eliminada

RD Station CRM libera minutos gratuitos do telefone virtual

Sabemos que este momento tem sido de muita mudança para as empresas brasileiras, mas entendemos que, mais do nunca, é preciso fortalecer os processos e aprender a lidar com as novas realidades.

Se você está começando a vender à distância, fique atento às próximas informações!

No ano passado, o RD Station CRM lançou uma funcionalidade de telefone virtual. Com ela, os usuários conseguem fazer ligações pelo CRM, dispensando a contratação de telefones corporativos e planos em operadoras de telefonia. Você adquire os créditos diretamente no CRM e a cobrança é feita por minuto de chamada.

18_-_telefone Precisando vender à distância? Veja 3 dicas para adaptar seu time Comercial

 

As ligações ficam gravadas na ferramenta, e podem ser acessadas por vendedores e gestores a qualquer momento – uma vantagem enorme para garantir um processo comercial bem afiado.

O telefone virtual do nosso CRM está disponível no plano Free e no plano Basic. Se você já tem uma conta no RD Station CRM em um desses planos e ainda não utiliza o telefone virtual para contatar suas oportunidades, aqui está um presente: minutos gratuitos para te ajudar a manter o relacionamento com seus clientes e concluir negociações!

A ideia de disponibilizar esse benefício é ajudá-lo a se adaptar melhor a este período de vendas à distância, especialmente se o seu time ainda não praticava esse modelo comercial antes.

São 150 minutos liberados para o plano gratuito do CRM e 300 minutos para os clientes pagantes do plano Basic. E não tem prazo de validade, ou seja: você pode utilizá-los até zerar o saldo sem preocupação!

Conte conosco para auxiliá-lo neste período de transição. Se você ainda não tem uma conta no RD Station CRM.

Aproveite esses minutos para estreitar laços com quem está no seu pipeline, ainda que o fechamento do contrato não aconteça por agora. Isso será fundamental para recuperar o ritmo quando a situação começar a se normalizar.

Fonte: https://bit.ly/2UFtlCa

9 dicas para gestão à distância da sua operação de Marketing e Vendas

postado em: Marketing Digital | 0

9-dicas-de-como-vender-mais-e-melhor-na-internet1 9 dicas para gestão à distância da sua operação de Marketing e Vendas

Precisa fazer a gestão à distância dos seus times de Marketing e Vendas? Confira 9 dicas práticas com o time de líderes e especialistas da RD!

Como você faz a gestão do seu time durante o trabalho à distância? Ter uma cultura clara por parte da empresa certamente ajuda a manter o foco e o comprometimento. Existem várias dicas que você pode aplicar junto do seu time que permitem fazer a gestão à distância de equipes remotas de uma forma mais produtiva.

É verdade que as equipes de Marketing e Vendas têm seus próprios desafios quando trabalham de forma remota, além dos problemas que qualquer equipe enfrenta e que o líder precisa gerenciar. Só que implementando algumas estratégias – tanto por parte da gestão como dos liderados – essa rotina pode ficar muito mais clara e simples!

É por isso que listamos uma série de 9 dicas para realizar a gestão à distância da sua operação, tanto de Marketing como de Vendas.

9 dicas para realizar a gestão dos times à distância

Além de dicas para facilitar o seu trabalho de gestão da equipe, que é fundamental durante o trabalho home office, você vai conferir algumas sugestões para compartilhar com o seu time sobre produtividade, saúde e bem-estar.

Afinal, para manter uma boa performance mesmo trabalhando à distância, é importante não esquecer de apoiar o lado profissional, pessoal e emocional de cada um.

1. Implemente boas práticas de comunicação e gestão de conflitos

Diferentemente do trabalho no escritório – onde todos sentam próximos um do outro e fica muito mais fácil de conversar sobre qualquer assunto – é preciso ter uma comunicação muito mais próxima com o time para que os conflitos e problemas que apareçam no dia a dia possam ser resolvidos rapidamente durante a gestão à distância.

Para isso, é essencial cumprir com dois passos:

  • Alinhamento de expectativa com o time sobre as formas de comunicação: defina qual o melhor momento e ocasião para usar cada um dos canais diferentes, dependendo do nível de importância e urgência da mensagem.
  • Stand-up matinal: faz toda a diferença contar com um momento de compartilhamento entre o time para falar como cada um se sente no dia, o que fez no dia anterior, o que vai fazer hoje e se precisa de ajuda para algum ponto.

“Com isso a gente consegue ter uma comunicação próxima mesmo que não esteja todo mundo na mesma mesa”

2. Incentive a troca de informação entre todo o time

Para gerir a troca de informações, é importante dar preferência para as conversas através de canais e grupos ao invés das mensagens individuais. É fundamental que todos saibam das atualizações e novidades.

Logo, mantenha todas as próximas ações e sprints abertas em documentos compartilhados ou por meio de alguma ferramenta. No Trello, por exemplo, você pode listar todas as principais atividades do dia a dia para que fique mais fácil entender o que cada um está priorizando no momento.

“Se for pecar, peque pelo excesso. Não deixe o seu time sem informação sobre os próximos passos e sobre o seu planejamento”

3. Aproveite os recursos digitais para fazer a comunicação

Para conseguir manter todo o time alinhado e com a comunicação aberta para todos, é possível utilizar várias outras soluções digitais, como o Hangouts ou o Zoom para videoconferências. Essa é uma forma de manter a integração entre os times, tanto de Marketing como de Vendas.

Pensando no contato com os clientes, o uso desses recursos também auxilia no compartilhamento de estratégias para manter todos alinhados e na mesma página sobre as próximas ações.

Essa iniciativa vem contribuindo para o time, que consegue demonstrar para os clientes como continuar utilizando o RD Station Marketing ou o RD Station CRM.

“Também é importante usar os recursos digitais para deixar registradas as ações que cada pessoa do time vai fazer”

gestão-à-distância-720x4801-1 9 dicas para gestão à distância da sua operação de Marketing e Vendas

4. Mantenha um clima positivo entre a equipe

Muitas vezes achamos que o clima só é importante durante o trabalho presencial. Mas este é um elemento muito importante também durante o trabalho home office.

Para melhorar, é possível seguir duas práticas:

  • Compartilhar algo do seu dia: pode ser feito pouco antes do fim do expediente – usando as ferramentas de comunicação do time – para compartilhar algo que normalmente seria dito se todos estivessem no mesmo ambiente de trabalho.
  • Criar momentos de descontração: assim como acontece no escritório, você pode usar de momentos de interação e descontração, que podem ser vividos usando um jogo online, por exemplo.

“As dicas ajudam a sair um pouco do tradicional, pensando realmente no bom clima que você quer para o seu time”

5. Indique a divisão do espaço de trabalho e o respeito aos horários

Pensando na produtividade do seu time, tendo em vista que nem todos podem ter uma adaptação fácil à rotina feita com base no home office, é importante passar a dica sobre o espaço de trabalho e do horário.

Para conseguir manter a concentração, definir uma divisão física do local para o trabalho, mesmo que seja só o local de colocar uma mesa e cadeira, pode ajudar a manter o foco nas atividades.

Mas como o trabalho é realizado da própria casa e a percepção do tempo fica diferente de quando estamos trabalhando no escritório da empresa, é comum que o seu time fique almoçando enquanto trabalha ou passe aqueles minutinhos no final do dia, o que vai contra as boas práticas de produtividade.

Por isso é importante seguir uma rotina que já indique o horário de início do trabalho, o horário de almoço, os intervalos e a saída.

“Com essa divisão bem distribuída, me sinto mais organizada e consigo seguir mais a minha agenda, o que acaba ajudando na minha rotina”

6. Utilize uma ferramenta de organização do time

A estrutura e organização do time feita no ambiente do escritório também pode ser implementada no gerenciamento da sua operação à distância através de uma ferramenta digital.

Nós utilizamos a #matrix, uma ferramenta open source desenvolvida pelo time de Engenharia e Produto que simula uma experiência semelhante daquela que encontramos no escritório físico para o ambiente virtual. Todo o projeto está publicado no GitHub da RD.

Com ela, fica mais fácil ver quem está na sala da equipe – indicando que está realizando as atividades do dia – ou quem está participando de uma reunião, por exemplo. Ainda dá para criar salas de descanso e fazer calls diretamente pela ferramenta, tornando a comunicação ainda mais ágil dentro dessa organização.

“A gente tenta trazer essa vivência do dia a dia do escritório usando as salas da #matrix” 

7. Defina metas objetivas e claras para o time

O time de Vendas trabalha com base nas metas que precisam alcançar. E é por isso que na gestão à distância essa definição precisa ser clara e bem objetiva, para que todos tenham confiança no trabalho que estão realizando.

A transparência dos números e entregas também deve fazer parte dessa definição. Esse passo pode ser colocado em prática por meio das ferramentas utilizadas no dia a dia.

“Amarrar as metas em processos e procedimentos é fundamental para ter algo bem detalhado e organizado para que o time possa ser gerenciado e se gerenciar”

8. Práticas que proporcionam bem-estar no home office

Muitas pessoas criam hábitos dentro do escritório que acabam sendo deixados de lado quando estão trabalhando de casa. Então, faz parte do processo de gerenciamento à distância levar para o seu time as melhores práticas de bem-estar.

  • Fazer pausas: trabalhar de casa pode dar a falsa sensação de que as pessoas já estão confortáveis, e isso pode fazer com que o seu time trabalhe várias horas seguidas sem perceber. Logo, é importante aderir às pausas, assim como é feito no escritório.
  • Reservar um tempo para tomar sol: esta é uma dica fundamental, já que o sol é o fator que nos auxilia na absorção de vitamina D. E durante o trabalho home office é raro lembrar do quanto essa prática é importante.
  • Ginástica laboral: os exercícios podem ser adaptados para o trabalho remoto, e além de proporcionar um momento de bem-estar também garantem um momento de descontração com o time quando é feito em conjunto – combinando um horário e compartilhando tudo durante uma videoconferência.

“Lembre-se sempre de se preocupar com sua saúde. Seguir esses pontos vai proporcionar muito mais bem-estar na rotina”

9. Mantenha sua estratégia de Marketing e Vendas integrada em um único lugar

No trabalho à distância, já vimos que é importante manter todos os integrantes do time na mesma página. Mas além de usar uma ferramenta de comunicação para isso, é essencial contar com um sistema que mantenha sua estratégia tanto de Marketing como de Vendas integrada.

Utilizar um software onde você possui a sua estratégia integrada em um único dashboard ajuda a manter todo o time alinhado e a continuar com uma boa performance. Afinal, assim todos conseguem ter visibilidade das suas metas e do que precisa ser feito para alcançar os objetivos de cada área.

Você pode contar com uma ferramenta tudo em um para o Marketing – que permita a execução das demandas por todos os integrantes do time – aliada a uma que organize o seu processo comercial e a cadência de contatos.

Se está você está pronto(a) para colocar em prática essa última dica, que tal fazer um trial gratuito e sem compromisso das nossas ferramentas? Assim, você aproveita as horas extras que o trabalho remoto proporciona e já confere algo novo! 🙂

Fonte: https://bit.ly/39kPbjN

Machine learning: o conceito que promete moldar o e-commerce do futuro

postado em: Marketing Digital | 0

Hoje é impossível analisar tendências para a área de e-commerce sem mencionar machine learning. Está todo mundo de olho no que deve acontecer nessa área.

Afinal, soluções desse tipo podem gerar mais eficiência para várias frentes das lojas, da gestão à comunicação.

Como sabemos que nem sempre é fácil manter-se atualizado sobre as novidades do setor, reunimos neste artigo algumas informações básicas sobre o assunto.

Como você poderá perceber, algumas soluções mais simples já estão sendo aplicadas pelas plataformas de vendas digitais.

Quais os benefícios da automação das vendas?

Antes das explicações mais técnicas, é importante esclarecer porque o assunto tem obtido cada vez mais atenção dos players que compõem o ecossistema do e-commerce.

Para quem tem um negócio online, mais automação contribui para agilizar a execução de tarefas fundamentais para o bom funcionamento da operação. Além de mais velocidade, tenha em mente que estamos falando de mais eficiência.

Aplicações envolvendo “aprendizado de máquina” já estão sendo empregadas com sucesso no varejo online. No entanto, a expectativa é que os avanços nessa área sejam acelerados a partir deste ano.

O aumento na capacidade de processamento dos computadores e a melhoria nos sistemas de conexão à internet têm impulsionado os investimentos nessa área. Vide a consolidação de Big Data e da área de Business Intelligence.

Em outras palavras, o ambiente tecnológico torna-se cada dia mais propício para o desenvolvimento desse tipo de solução, o que é uma boa notícia.

Como machine learning vem sendo aplicada?

Para quem tem um e-commerce ou pretende trabalhar com um canal de vendas via internet, não há necessidade de dominar a engenharia computacional por trás dessa história.

Contudo, saiba que é importante, por exemplo, ter cuidado na escolha da plataforma de e-commerce. Dê preferência às plataformas modelo SaaS, com API aberta. Elas facilitam a integração com outras ferramentas, viabilizando o acesso às novidades que surgem a todo momento.

O ecossistema do comércio eletrônico envolve diversas empresas e sistemas e todos devem se beneficiar com as aplicações de machine learning.

Como exemplo, podemos citar os sistemas antifraude. Eles têm se tornado mais eficientes justamente a partir do uso desses sistemas de aprendizado por reforço.

O que é machine learning?

Ainda existe certa confusão entre os conceitos empregados nessa área, então, mas vamos entender como isso funciona.

Inteligência artificial

A AI envolve o desenvolvimento de sistemas capazes de “imitar” a cognição humana. Na prática, estamos falando de softwares que conseguem completar certas tarefas, uma vez que podem aprender.

As aplicações dessa ciência têm se multiplicado, alcançando praticamente todas as áreas da nossa sociedade. Estamos longe daquele cenário catastrófico dos filmes de ficção científica, mas a verdade é que nos tornamos cada dia mais dependentes do ambiente digital.

Machine Learning

Machine Leaning (aprendizado de máquina, em português) é um ramo da Inteligência Artificial. Nesse caso, o objetivo dos sistemas desenvolvidos é treinar as máquinas para aprender com os dados.

Pensando na aplicação no comércio eletrônico, a proposta é que os softwares identifiquem padrões nos dados e, com isso, sejam capazes de detectar eventuais anomalias.

Citamos a importância da adoção desses sistemas para a prevenção de fraudes. Porém, softwares desse tipo também são úteis para a área de comunicação.

Essa aprendizagem profunda funciona bem para mapear o comportamento do consumidor e, com isso, as lojas podem fazer uma abordagem mais personalizada.

O objetivo é extrair insights das interações daquela pessoa nas plataformas digitais. Com o emprego das redes neurais, o que levaria um longo tempo para ser processado, pode ser feito em alguns segundos.

Deep Learning

Esse é outro termo que ganha cada vez mais espaço nas discussões sobre tendências para o varejo online.

Deep learning é um tipo de machine learning. O foco dessas aplicações é o treinamento das máquinas para a interação com os seres humanos.

Para as plataformas de venda digitais, cresce o interesse pelos sistemas envolvendo reconhecimento de voz. Os especialistas acreditam que essa tecnologia deve evoluir rapidamente nos próximos anos.

A expectativa é que essa mudança altere bastante o ambiente online, até em função da importância que os sistemas de voz devem ganhar, por exemplo, nos serviços de busca e na interação com as marcas.

Confira aqui as principais tendências para o setor de e-commerce. Realizamos um evento em janeiro justamente para discutir as áreas que merecem atenção nos próximos meses!

Quais as vantagens para o e-commerce?

A adoção desses sistemas envolvendo aprendizado de máquina gera diversas vantagens para o e-commerce, mas podemos sintetizá-las num ponto: melhorar a experiência do usuário.

Esse é o desafio para quem pretende ter um negócio bem-sucedido. Integrar os universos on e off line, assegurando que o cliente possa escolher como quer comprar e se relacionar com a marca.

Website, mobile, marketplace, redes sociais ou mesmo aplicativos de mensagens. O objetivo é disponibilizar um ambiente amigável e seguro, independentemente do canal.

Para os gestores, essa integração também é fundamental. A possibilidade de resolver tudo numa única plataforma reduz as chances de erros. Além disso, otimiza o trabalho da equipe que pode dedicar-se à orientação estratégica do negócio

A evolução das plataformas de e-commerce tem sido acentuada nos últimos anos. Checkout inteligente, ferramentas mais robustas para análise dos dados, gestão personalizada, enfim, os gestores têm à disposição diversos recursos para tornar a operação mais eficiente.

Quando olhamos para o futuro dessa área, o que vemos é a adoção de soluções mais inteligentes, baseadas justamente nessa possibilidade de aprendizado das máquinas e na importância dos sistemas de inteligência artificial.

Aplicações de machine e deep learning estão moldando o futuro do e-commerce, mas as bases estão estabelecidas: valorizar a experiência do usuário, por meio de abordagens mais personalizadas. Esse deve ser o propósito dos negócios de sucesso!

Fonte: https://bit.ly/2XePoz0