7 métricas essenciais para medir retorno financeiro do email marketing

postado em: Marketing Digital | 0

O email marketing é conhecido como uma das mais mensuráveis mídias online. Podemos facilmente medir, a cada campanha, números como: Taxa de Abertura, Taxa de Cliques, Taxa de Opt-out e Bounces. Mas para lojas virtuais, será que estas métricas são suficientes para avaliarmos o retorno financeiro de nossas campanhas? A nossa experiência nos mostra que NÃO. Precisamos ir mais a fundo e descobrir outros números para uma avaliação mais precisa. Vamos listar abaixo algumas das métricas que você deve medir rotineiramente.

Antes de começarmos, é preciso ter em mente que devemos contar com a ferramenta Google Analytics para nossa análise. Caso ainda não o utilize, recomendamos começar imediatamente, ele é uma parte essencial para a análise de retorno de qualquer mídia online. Para integrar sua loja virtual ao Google Analytics, basta solicitar que a plataforma de e-commerce configure este recurso, depois de ter a conta criada para o seu domínio no Google Analytics. Não esqueça de ativar o módulo de Comércio Eletrônico dentro do Analytics! É este módulo que fará o cálculo das métricas que precisamos.

1. Receita

Parece óbvio, mas ainda hoje vemos muitas empresas que não medem quanto em vendas foi gerado a partir das campanhas de email. Este é o ponto de partida, precisamos saber este número. Existem basicamente duas formas: uma é através do Google Analytics e a outra é através da plataforma de e-commerce. Recomendamos usar o Google Analytics inicialmente, por ter informações adicionais como veremos a seguir. Ele calcula automaticamente este valor para nós.

2. Ticket Médio

O Ticket Médio é obtido a partir do cálculo da Receita dividida pelo número de pedidos. Com o Analytics configurado, ele dará esta informação pronta para você, bastando filtrar pela Origem do tráfego (exemplo: Mailbiz). Saber o Ticket Médio é importante, pois você pode ter ideia de qual é o valor médio de cada pedido, podendo desta forma comparar com a média da loja como um todo e também com as outras mídias.

3. Taxa de Conversão

Medir a Taxa de Conversão significa analisar o quanto suas campanhas são relevantes para a audiência. Se mede esta métrica dividindo o total de acessos pelo número de pedidos gerados a partir do email marketing. Multiplique por 100 para ter a taxa em percentual. Ao analisar a taxa de conversão por campanha, você poderá identificar qual delas gerou mais vendas em relação ao tráfego gerado. Porém, não se deve analisá-la de modo isolado. Ela possui uma relação normalmente inversamente proporcional ao Ticket Médio. A tendência é que com um ticket médio menor, a taxa de conversão seja maior, o que não necessariamente é algo positivo, dado que queremos sempre obter o valor maior possível em Receita. Esta métrica também é calculada automaticamente pelo Analytics.

4. Valor por Sessão

É uma das métricas mais importantes na avaliação do retorno em vendas. Obtém-se este valor ao dividir o valor de Receita pelo número de sessões em determinado período. O Google Analytics também calcula este valor automaticamente para facilitar nossa vida. O valor obtido mostrará, em R$, quanto é obtido em vendas com cada acesso que temos na loja virtual. Obviamente, quanto maior este número, melhor.

5. Investimento

Esta é uma métrica simples, basta você somar os custos gerados com as campanhas de email marketing. Normalmente é composto pelo valor da mensalidade da ferramenta de email marketing e pelo serviço de criação de conteúdo. Caso a criação das campanhas seja feita dentro de sua empresa, tente estimar quantos % do tempo o seu funcionário se dedica ao email marketing e aplique este percentual em relação ao salário. Some tudo e teremos o valor de investimento mensal.

6. Custo por Sessão

Tendo em mãos o total de sessões geradas e o investimento do período, podemos calcular quanto custou cada acesso à loja virtual a partir das campanhas de email. Basta dividir o total de investimento pelo total de sessões, e assim você terá o Custo por Sessão ou Custo por Clique (CPC), como também é chamado. Quanto menor for este número, melhor. Também é essencial que ele seja menor que o Valor por Sessão, para que haja lucro em cada acesso à loja.

7. ROI

ROI é a sigla para Return On Investment. Em português, significa Retorno do Investimento. Sabendo quanto você investiu e quanto gerou em vendas com email marketing em um período, já se torna possível calcular o ROI. Divida o total da Receita obtida pelo valor do investimento. Assim, saberemos o ROI em R$, ou seja, quantos reais em vendas estamos gerando com cada 1 real investido.

É importante relembrar que você deve sempre filtrar a Origem e a Mídia no Analytics para saber os números apenas do email marketing. Caso você use a integração padrão de nossa ferramenta com o Analytics, a origem será sempre “mailbiz” e a mídia “Email”. Lembrando que você pode personalizar estes nomes informando em cada link de sua campanha os parâmetros “utm_source” e “utm_medium”.

Calculando estas 7 métricas você poderá ter uma visão muito mais clara dos resultados gerados pelas campanhas de email marketing. Relembrando que o Google Analytics é uma parte importantíssima neste processo. Não há porque desperdiçar tamanha quantidade de informações que ele nos traz e, melhor ainda, de modo gratuito! Esperamos ter ajudado com estas dicas e que agora você possa entender melhor e aprofundar suas análises de rentabilidade com o email marketing.

Métricas para medir os resultados das suas ações de marketing de conteúdo

postado em: Marketing Digital | 0

Antes de definir uma estratégia de marketing e saber se ela está funcionando bem ou não, você precisa saber quais objetivos deseja atingir, para então mensurá-los. Certifique-se de que os objetivos são mensuráveis e que as metas são atingíveis. Isso te ajudará a dividir os objetivos em partes.

Assim, por exemplo, a meta de 10% de aumento em vendas este ano pode depender diretamente do aumento do tráfego do site em 5% ao mês, pelo resto do ano.

Diante disso, é fundamental saber quais são os reais objetivos para, só então, criar o conteúdo, adaptando-o ao perfil e às necessidades do seu público. Dessa forma, as chances de obter sucesso nas ações de marketing de conteúdo, e do seu negócio em geral, serão maiores.

Existem várias métricas que podem ser utilizadas para mensurar os resultados dessas campanhas. Não há uma melhor ou pior, tudo dependerá de qual mídia você vai utilizar, e quais metas traçadas você deseja mensurar.

Veja algumas métricas importantes:

– Acesso às mídias: Facebook, Twitter e Instagram, por exemplo.
– Tráfego no blog: quantidade de comentários, compartilhamentos e seguidores;
– Taxa de pageviews;
– Tempo médio de permanência no ambiente;
– Fontes de tráfego;
– Taxa de cliques em publicidade;
– Engajamento: quantidade de curtidas, compartilhamentos e novos seguidores.

É importante que você saiba que nenhuma métrica separadamente irá lhe dizer 100% se as suas ações de marketing estão funcionando e trazendo resultados.

É importante monitorar os vários KPI’s (Key Performance Indicators) para medir os retornos das ações, e se estes estão trazendo benefícios na percepção da marca, em conversões de comportamento, geração de leads e vendas reais, por exemplo.

Espero que essas dicas sejam úteis para o seu negócio! Boas vendas!