Notícias da Semana: Google revela as perguntas que você deve fazer para avaliar seu conteúdo

postado em: Marketing Digital | 0

Google-revela-as-perguntas-de-brasileiros-mais-feitas-para-o-buscador-1130x5801 Notícias da Semana: Google revela as perguntas que você deve fazer para avaliar seu conteúdo

Mais uma vez, a empresa dá dicas sobre o que seus algoritmos levam em consideração para ranquear as páginas da internet

O post de hoje é sobre autoconhecimento. Mais especificamente, sobre o quanto você conhece a respeito do seu próprio conteúdo. Ainda mais especificamente, sobre o que a sua empresa oferece para o mundo através dos seus canais, sites e redes sociais. Sim, porque sabemos que você é uma pessoa de muito conteúdo.

O bom é que você vai perceber que são perguntas bem relevantes, que ajudarão a mostrar se o seu blog tem o que é preciso para agradar os leitores. Ok, os critérios são do Google, mas a empresa já mostrou que tem muito apreço por textos escritos para humanos – e não para os seus robôs.

Também vale lembrar que, em breve, será difícil diferenciar humanos e robôs. Inclusive, recentemente, falamos aqui no giro semanal sobre uma vitória histórica no pôquer de uma inteligência artificial sobre grandes campeões do carteado. Se serve de consolo, algumas pessoas defendem que vivemos numa simulação de computador.

Enquanto não sabemos a verdade definitiva, e até mesmo para nos prepararmos para o domínio das máquinas, vale a pena ficar informado sobre as novidades de tecnologia e marketing digital. Assine a nossa newsletter para receber, toda sexta-feira, o melhor do nosso conteúdo! Sim, a gente fez as perguntas do Google, que virão a seguir.

As 20 perguntas do Google para você analisar o seu site

De tempos em tempos, o Google resolve dar dicas de como seu algoritmo funciona. Nunca é algo muito direto, embora historicamente os profissionais de SEO saibam quais fatores de ranqueamento importam mais. Nesta semana, um post no blog da empresa voltado para webmasters trouxe novas orientações sob o formato de perguntas.

Perguntas que, no caso, você deve fazer a si mesmo. São 20 questionamentos para que você avalie seu próprio conteúdo. Mas, não se preocupe: não é nada que leve a uma crise existencial! A ideia é usá-las paralelamente às orientações tradicionais para que seu site seja melhor avaliado pelos algoritmos.

O post do Google fala, principalmente, com gestores de páginas que estão preocupados com quedas nas páginas de resultados. Ele explica que isso pode ocorrer devido a uma gama de fatores e, também, que nada é definitivo. As tais 20 perguntas serviriam para que o webmaster avalie o que pode estar errado.

Os questionamentos sobre o conteúdo foram divididos em 4 tipos. Veja todas elas a seguir:

Perguntas sobre o conteúdo e a qualidade

  • O conteúdo mostra informações, relatos, pesquisas ou análises originais?
  • Ele inclui uma descrição significativa, completa ou abrangente do assunto?
  • O material apresenta análises relevantes ou informações interessantes e originais?
  • Quando o conteúdo é baseado em outras fontes, você evita simplesmente copiar ou reescrever e adiciona valor e originalidade ao material?
  • O cabeçalho e/ou o título da página exibem um resumo descritivo e útil do conteúdo?
  • Você evita o uso de termos exagerados ou chocantes no cabeçalho e/ou título da página?
  • Esse é o tipo de página que você adicionaria aos favoritos, compartilharia com um amigo ou recomendaria a alguém?
  • Você esperaria ver esse conteúdo em uma revista, enciclopédia ou livro impresso?

Perguntas sobre o nível de especialização

  • O conteúdo apresenta as informações de maneira confiável, com indicação clara da fonte, evidências do uso de conhecimento especializado e dados sobre o autor ou site da publicação (como links para uma página de apresentação)?
  • Se você fizesse uma pesquisa sobre o site que produz o conteúdo, ficaria com a impressão de que ele é confiável ou amplamente reconhecido como uma autoridade no assunto?
  • O material é escrito por um especialista ou entusiasta que comprovadamente conhece bem o tema?
  • O conteúdo tem erros factuais que podem ser facilmente verificados?
  • Você confiaria neste conteúdo quanto a questões relacionadas às suas finanças ou sua vida?

Perguntas sobre apresentação e produção

  • Há problemas de ortografia ou estilo?
  • O conteúdo foi bem produzido ou parece ter sido feito às pressas ou com pouco cuidado?
  • O conteúdo é produzido em massa ou de maneira terceirizada por muitos criadores? Ele está espalhado por uma grande rede de sites? Esses fatores costumam fazer com que a produção de páginas e sites específicos seja menos cuidadosa.
  • A página tem uma quantidade excessiva de anúncios que distraem o usuário ou interferem no conteúdo principal?
  • O material é exibido corretamente em dispositivos móveis?

Perguntas comparativas

  • O conteúdo oferece um valor significativo quando comparado a outras páginas nos resultados da pesquisa?
  • O conteúdo atende aos interesses dos visitantes do site, ou parece que o material só foi feito com o objetivo de melhorar a classificação da página nos mecanismos de pesquisa?

Bom, depois de todas essas perguntas do Google, só nos resta fazer uma avaliação profunda de nossos conteúdos. Não esqueça de visitar o post original, que tem umas indicações espertas de leitura sobre SEO.

Fonte: https://bit.ly/2kWTEG3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *